Insulto Aleatório NVIDIA, vai-te…

O fundador do Linux, que por sua vez é um sistema operativo livre – por outras palavras, uma espécie de Windows gratuito que tem tantas variantes que é difícil de saber o que caracteriza cada uma -, decidiu exprimir a sua opinião sobre a falta de suporte de uma das maiores empresas da indústria informática…

e conforme poderão ter visto, tais palavras foram algo… desagradáveis

A sério… empresas preocupadas com dinheiro a não suportarem sistemas que não custam nada… nunca vi tal coisa na minha vida!

Anúncios

(In)Ternet Aleatória — Música e Dança…

À semelhança do que ocorre em qualquer cópia descarada do American Idol, a Internet tornou-se um palco para talentos fora dos padrões de apreciação tradicionais.

— e a Rede é tão mais simpática que aqueles severos juízes dos Ídolos… não? —

Convencidos da sua perícia e autenticidade, estes cantores executam espectáculos a custo zero, monetaria e psicologicamente, a fim de serem imortalizados num universo virtual que não requer homenagens em obras públicas para nunca esquecer seus heróis. E na maioria das vezes, eles realmente SÃO imortalizados, mas não da maneira que esperavam…

Seguem-se alguns dos exemplos mais ilustres — nenhum deles a cantar um hino Americano — depois do clique!

Continuar a ler

Internétes Aleatórias — Filho da Pu… lítica

— isto nem tem metade da piada sem a Megan Fox! —

É por isto que, mesmo numa situação onde não conhecemos sequer metade dos candidatos, devemos sempre votar… nem que seja pelo voto em branco! Senão, teremos de aturar mais rap político encoberto de palavras complexas e manipuladoras de um ponto de vista cognitivo — exacto, tipo isto! Para que raio fui eu acrescentar o “ponto de vista cognitivo”? Para parecer “culto” ou “cool”?

Ok, eu admito que gostei bastante do “R-E-P-R-E-S-E-N-T, BIACH!” da autoria do Rui Un(h)as… é a sua motivação que temo, pois bem sabemos que estão lá bem mais que mentirinhas lúdicas!

— today, I’ll conquer debt-filled Portugal… and tomorrow, THE WORL… oh, f***! —

No final, a verdade é definida segundo as mais obscuras conspirações, conspirações estas encobertas de fantasias e teorias desacerbadas defendidas por cultos excêntricos. Contudo, à semelhança de um espião imortal, a Internet libera e delibera ideias e rumores a um ritmo de tal modo assustador que, realmente, nos faz ponderar: “O que se passa realmente no mundo?”

Mas eu divago… afinal de contas, que mais havemos-de fazer? Enquanto as teorias não viram verdades, é revolta sem causa ou Aleatoriedade sem nexo!

Seguem-se alguns exemplos de políticas e mensagens ultra-secretas, depois do clique.

Continuar a ler

Internétes Aleatórias – A bater mal, man

Desde a popularização do TuTubo, dos fóruns 4chan e Chupa-mos e de outros meios que a Internet, com as suas portas abertas ao mundo e mais além, tem sido infectada por modas virais e memónicas caracterizadas pela sua própria falta de ortodoxia.

Seguem-se mais exemplos de modas passageiras — ou não –, que seriam impossíveis sem a Internet 2.0 (forma estilosa de definir a rede como um meio de partilha de dados e informações costumizadas).

Continuar a ler

Internétes Aleatórias – Nyan Nyan!

Desde a popularização do TuTubo, dos fóruns 4chan e Chupa-mos e de outros meios que a Internet, com as suas portas abertas ao mundo e mais além, tem sido infectada por modas virais e memónicas caracterizadas pela sua própria falta de ortodoxia.

 

Muitas dessas “manias” estão, de certo modo, associadas a gatos, tais como a do Nyan Cat, que consiste simplesmente na exibição de um gato “ensanduichado” (aparentemente vindo de um videojogo velhinho Nintendo) e a viajar pelo espaço monótono ao som de uma música algo irritante (à base somente de Nyan, daí o nome).

Não sendo um fã particular desta “onda”, admito ser adepto da sua versão Portuguesa:

Mais variantes encontram-se depois do clique

Continuar a ler

Internétes Aleatórias — Generalizações para as peculiaridades da vida!

  • Qual é o tipo de música que os balões mais odeiam? — Música pop..
  • Por que é que chamavam medricas ao esqueleto? — Porque ele não tinha estômago para nada.
  • Onde é que os vampiros plantam a sua flor preferida? — Num vaso sanguíneo.
  • Onde é que os micróbios fazem surf? — No microondas.
  • Por que é que a manteiga não vai a discotecas? — Porque é sempre barrada à entrada
  • No hospital, diz o médico: – O senhor é o dador de sangue? – Não, eu sou o da dor de cabeça!

fonte: a Internet

Do mesmo modo que uma dose de frutos secos combina com uma cervejola, também uma piada seca assenta lindamente no retrato certo da vida. E se houve alguma ideia que os filmes nos implantaram na cabeça, foi a de que existe sempre um personagem fictício com a frase certa para o momento certo!


Há algum tempo atrás, foram aqui publicados botões disponíveis nas “Internétes” para emissão de sons popularizados na televisão ou vídeos online.

Nesta mesa digna de um DêJota e disponível aqui, poderão contar com clássicos como:

  • Aleluia!
  • Efeitos Dramáticos
  • YEEEEAH! — CSI
  • Bazinga
  • NOOOOO e It’s a Trap — Guerra das Estrelas
  • It’s Over Nine Thouuusaaaaaaaaaaand!
  • Doh!
  • Riso Maléfico
  • Lerooooy Yenkins!
  • Aquela música dramática da NBA
  • This is Spartaaaa!!!

— frases garantidas para corresponder a qualquer momento da vida! —

They Live — Os olhos da Mente

-- que significado se esconde por detrás das cores? --

Eis um excerto de They Live, uma película com um tema deveras polémico mas assente numa premissa moderna e simples: as aparências iludem e recorrem a meios apelativos de esconder a verdade. O interesse neste “Matrix” de outrora não reside no facto de ter ou não razão, mas no apelo que faz a procurar ver as coisas de outro modo… com outros olhos.

Apesar da realidade a “preto e branco” apenas ser visível, no caso do filme em questão, por intermédio dos óculos de sol, para aceder a esta “visão alternativa do nudismo social” basta um elemento chave: ponderar a sua existência, questionando a nossa percepção inicial.

Segue-se um testemunho de Viktor Hertz:

-- vida... nunca mais a verei da mesma forma --

Outro exemplo é evidente nesta imagem, que destaca alguns slogans de t-shirts vendidas aqui.

Finalmente, gostaria de mencionar que They Live encontra-se disponível na sua totalidade no CatVideos.